Pular para o conteúdo principal

Fone de ouvido ..

Te permito todos os sons..que em ti há..
Conjugo contigo os timbres que soam dentro do peito
Ondas que decifram a melodia de sua voz..
Te permito alcançar-me de longe..
.
Quando vibras ar nos teus pulmões..ali eu sou..
A rouquidão dos teus anseios..
A aguda voz de tua fúria ..Te permito..
E quando não mais como tatuagem for..
E quando não mais quando em marcas me estremecer..
Mudarei as estações..te tirarei de sua condição de disfonia
.
Soprarei meu fôlego de vida para que perdure tua voz em mim..
Quero ouvir tua música vindo em ondas no meu interior..
Como rádio revirado..Como disco alinhado..buscarei teu som
Cantarolando só pra mim, ao fone de ouvido..

Comentários

ellen disse…
Bonito poema ... e sempre em inovação de Blog :) gostei!

Beijinho
La Sorcière disse…
Que lindo, é seu?
Gostei demais!
Bom domingo,
bj:)
Wania disse…
Bom dia, Christi

Lindas as tuas imagens poéticas!
Um amor cantarolando só pra gente...no nosso fone de ouvido.... é tudo que se quer!!!!

Bj carinhoso pra ti
Wania disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Caio Martins disse…
Bate, lá dentro, um tom menor bemol em nona com décima-terceira. Nessa ternura, todos gostaríamos de sermos retirados da condição de disfonia, mesmo que em acordes dissonantes. É a Christi, fazendo música essencialmente com palavras.
Luciana disse…
Como sempre:Lindo!
Permitir o outro é se permitir tbm.

Bjim
Paulo Tamburro disse…
Isso está corretíssimo, pois quero cantarolar só para você.

Jamais admitiria dividir compassos, bemóis, sustenidos, graves ou agudos com mais ninguém.

Minha música é uma sinfonia em ritimos escolhidos com o selo CHRISTI - e não vende me camelô- com afinadíssimos naipes de violinos românticos,instrumentos de sopros a sussurarem ( só não tem tuba, nesta orquestra é grande barulhenta demais) e lá atrás a percurssão com enormes tambores, marcando as batidas do seu coração.

E eu lá na frente, com a batuta na mão, suavemente regia esta fantástica orquestra dos meus sonhos, em todos os ritimos, inclusive o principal:O da emoção.

Quero ser o latifundiário da sua Trompa de Eustáquio, ,o MST invasor das sua propriedades e ficar em paz.
Belle disse…
Christi, que lindo vc fez!!
Juntou a realidade de um fone com os mais ternos sentimentos!!!
Poucas pessoas têm esse dom!!!
Parabéns viu!!!
Bjosssss
O Profeta disse…
Passei por aqui e gostei...volto se não te importares...


Beijinho
Bandys disse…
Christi,

Lindo demais.

Uma semana de paz para você. ☺
Isa disse…
Christi,boa semana para si,linda!
Muita Luz,muito sorriso doce.
Gostei das alterações!
Beijooo.
isa.

Postagens mais visitadas deste blog

Borboletas (Mário Quintana)

Borboletas
(Mário Quintana)

Quando depositamos muita confiança ou expectativas em uma pessoa, o risco de se decepcionar é grande.
As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, assim como não estamos aqui, para satisfazer as dela.
Temos que nos bastar... nos bastar sempre, e quando procuramos estar com alguém, temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém.
As pessoas não se precisam, elas se completam... não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida.
Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com a outra pessoa, você precisa em primeiro lugar, não precisar dela. Percebe também que aquela pessoa que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente, não é o homem ou a mulher de sua vida.
Você aprende a gostar de você, a cuidar de você, e principalmente a gostar de quem gosta de você.
O segredo é n…

Há para Todas as coisas, um Tempo determinado por Deus.

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu: . Há Tempo de nascer, e tempo de morrer; Tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou: . Tempo de matar, e tempo de curar: Tempo de derribar, e tempo de edificar: . Tempo de chorar, e tempo de rir: Tempo de prantear, e tempo de saltar: . Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras: Tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar: . Tempo de busca, e tempo de perder: Tempo de guardar, e tempo de deitar fora: . Tempo de rasgar, e tempo de coser: Tempo de estar calado, e tempo de falar: . Tempo de amar, e tempo de aborrecer: Tempo de guerra, e tempo de Paz. . Eclesiastes 3:1-8
Fotografia de Carol Silveiro http://www.flickr.com/photos/carolsilvestre/2943859815/

Troca-se pintinho por garrafa...rs

Retrospectivasdeinfância... . Era uma vez... Um carroceiro que passava gritando na rua: _ Trocam-se pintinhos por garrafa !!!! _Panela velha, ferro velho e garrafão. _Um garrafão vale 1 pintinho !!! . Quando ouvíamos isso, saíamos correndo gritando: _Mãe !!!! Me dá uma panela velha, um garrafão pra trocar pelo pintinho !!! Saíam as crianças todas da rua, cheias de panela, garrafas e ferro-velho para trocar pelos lindos pintinhos coloridos, de todas as cores e todos piando ao mesmo tempo, pra felicidade geral da criançada. . Eo carroceiro, muito malandramente, pegava uma quantidade que valeria no mínimo !!! uns 4 pintinhos, e na troca, só nos davam 1 ou no máximo 2 pintinhos. Mas, como éramos crianças, e não entendíamos de economia, um peso e duas medidas ou coisa do gênero.... Saíamos felizes da vida, uns com menos pintinhos, outros com uma caixa de papelão cheias deles, pra enlouquecerem as mamães. rsrs E as mães em pânico !!!! _Onde vamos botar tantos pintos ????? . Arrumávamos uma gaiola de passar…