Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2010

Áspero e macio..

Proteção de um casulo rústico odres novos para um tanto de pele A soneca da alma em meio aos tapetes humanos.. toques do áspero ao macio.. tecidos de pureza sem mácula.. Eis que avisto uma miragem tocando a íris de meus olhos não é vislumbre..é real a beleza que vejo.. no muito dos livros teóricos procurei no muito de páginas me embaralhei mas foi no sentir de borboleta que voa sem querer prender-se ao medo de voar que eu pude alcançar em meio as guerras a Paz da proteção.. Cochilo de linhas.. Passadas de pés nos meus papiros nenhuma traça é capaz de chegar ao que é vivo e latente.. joguei fora o mofo e o úmido.. o sol entrou e curou as partes danificadas.. endureceu o que era frágil fortaleceu o papel de mim.. em meio ao algodão e a juta.. fiz o meado de um abrigo ali..paradinha..esperando um novo amanhecer..

Suave..

Ser suave..Como um toque de pássaros Ser suave..Quando o peso dos problemas vierem.. Suavizar as páginas da vida..as tuas..as nossas. As que tem dobras, marcas, manchas.. elas já são assim..não mudarão ao colocar sobre-peso Suave como toques na mente ou no coração com as pessos ao teu redor.. Suave consigo mesmo.. Talvez o mais difícil no equilibrio do ser.. Em pousos demarcados..apenas brisas

Contrários..

Só quem já provou a dor Quem sofreu, se amargurou Viu a cruz e a vida em tons reais Quem no certo procurou Mas no errado se perdeu precisou saber recomeçar . Só quem já perdeu na vida sabe o que é ganhar Porque encontrou na derrota algum motivo para lutar E assim viu no outono a primavera Descobriu que é no conflito que a vida faz crescer . Que o verso tem reverso Que o direito tem o avesso Que o de graça tem seu preço Que a vida tem contrários . E a saudade é um lugar Que só chega quem amou E o ódio é uma forma tão estranha de amar . Que o perto tem distâncias E o esquerdo tem direito Que a resposta tem pergunta E o problema, a solução E o amor começa aqui No contrário que há em mim E a sombra só existe quando brilha alguma luz. . Só quem soube duvidar Pôde enfim acreditar Viu sem ver e amou sem aprisionar Quem no pouco se encontrou Aprendeu multiplicar Descobriu o dom de eternizar . Só quem perdoou na vida sabe o que é amar Porque aprendeu que o amor só é amor Se já provou alguma dor E assim viu grandeza na miséria Descob…