Pular para o conteúdo principal

Se tu entrelinhas de nós..

Se você soubesse ler as entrelinhas..
Algumas coisas poderiam ter sido evitadas..
outras protegidas..domadas..questionadas..evitadas..
Se o curso do rio fosse somente o de ir..
as pedras só seriam mera decoração da natureza,
mas existem para fluir o fluxo do rio que corre..
.
Assim com sutileza ou com profundidade as palavras correm sempre..
As ditas e muito importante as que não são ditas nas páginas dos lábios,
mas nas entrelinhas dos olhares,
dos comportamentos,
dos movimentos do que o dia a dia é capaz de fazer..
.
Se você soubesse ler ..
carências não teriam sido brotadas ..
e as pedras não só decoração,
viraram obstáculos para o curso do nosso rio passar..
.
Num belo dia, aprendi a usar cartazes,
e não mais a depender da interpretação,
achei melhor, ver que a sua cegueira, poderia ser consertada
com a minha visão restaurada de míope..
E eu passei a dormir dentro de páginas reescritas
por um que não sabia traduzir e por mim que muito pensei em te deixar códigos..
.
Entendi que tem coisas que se consertam no meio de tempestades
e que há tecidos que podem sim, em boas mãos, virar novas roupagens de dois..
E que o nosso rio poderia ter forças pra seguir a correnteza..
Se eu também pudesse ter lido as tuas entrelinhas..
Não só haveria culpados, mas duas pessoas que entenderam
Que ainda existia amor..Seguindo o rio ..Seguindo o curso..
.

Comentários

Sonia Schmorantz disse…
Muito bom...aliás, as maiores verdades sempre estão nas entrelinhas para quem quiser ver...
beijos
Elaine disse…
Olá!
Seja muito benvinda, querida!
Uhhu!!
Vai ser uma festa grnade!
Beijos!
Bandys disse…
Ler nas entrelinhas é sempre saber ler os sentimentos.

O café ta uma delicia... e teus versoa mais ainda.

Beijos
Estou de volta a esse mundo fascinante da blogsfera.

Tem post novo dedicado a todas vcs minhas amigas, apareça.

Obrigada pela sua visita.

beijooo

Está muito lindo seu espaço amiga.
*** Cris *** disse…
Uau!!! Que lindo poema! Em alguns aspecos da minha vida eu sou meio assim,nas entrelinhas,mas nem todo mundo sabe me interpretar...
Bjs!!!
Tata disse…
Uau!!!

Que lindo!!!
E verdadeiro....se o rio fosse só calmaria....ão teria graça e não se fariam as bonanças depois das tempestades.....realmente as tempestades são as que nos fazem entender as entrelinhas!!!!

Amiga, muuuuuito obrigada pela visita, carinho e atenção no blog novo!! Vc como sempre é um AMOR!!!!

bjinhos
HSLO disse…
Adorei esse trecho:

Entendi que tem coisas que se consertam no meio de tempestades
e que há tecidos que podem sim, em boas mãos, virar novas roupagens de dois..


Lindo demais...

abraços


Hugo
Poeta, poetisa... entrelinha alinhava, entre palavras, segredinhos.
Gostei, inspirador teu verso, encantadora tua prosa.
Nem terço nem rosa, tu inova no desenrolar das letrinhas.
Luciana disse…
Esse negócio de "entrelinhas" é comigo mesmo!(rs)
ô quem me deras...Eu fico aqui tentando adivinhar ou até mesmo imaginando e e já "tendo a certeza"(rs)de que é aquilo.
Eu O-D-E-I-O esse troço de "Entrelinhas"!!!Fala logo ué!(rs)

"...Entendi que tem coisas que se consertam no meio de tempestades..."
Tem?OBAAAAAAAAAAAAA
Olavo disse…
Se eu soubesse ler nas entrelinhas nao teria sidotão tolo...
Beijão
Karla Thayse disse…
Lindo... como tudo o que eu encontro por aqui.

Já chego, tiro os sapatos e me achoem casa (rss), aqui é ão aconchegante.

Lindos dias pra você.

Um beijoo
Paulo Tamburro disse…
CHRISTI, nas entrelinhas é tudo que, só nós seres humanos conseguimos decifrar ou NÃO como diria, o filósofo Caetano Veloso, num daqueles seus arroubos de intelectualidade plena e baiana.

"Se tu enrelinhas de nós..", também, me reporta ao grande velho e sábio judeu austriaco e pai da psicanálise:Sigmund Freud.

Dizia ele que, as entrelinhas, o silêncio, o apenas dar a entender, poderia esbarrar inevitavelmente, numa variável de comportamento que, com a incomum inteligência dele, transformou nesta frase imortal, qual seja:

"A boca que se cala, fala por todos os poros e trai-se pela pontas dos dedos".

Portanto, aqui as entrelinhas, não teriam o valor sugerido,no texto.

Mas, espera, só estamos a meio caminho andado.

Vamos, agora empatar este brilhante raciocínio desenvolvido por você neste texto, sobre o valor da leitura das entrelinhas, do silêncio, daquilo que não está explicitamente manifesto, e sim latente no relacionamento humano?

Vamos?

Então, é hora de recorrer ao imortal Oscar Wilde, dramaturgo, escritor e poeta irlandês, considerado um dos maiores expoentes da literatura inglêsa quando afirma que:

"Se você não consegue entender o meu silêncio de nada irá adiantar as palavras, pois é no silêncio das minhas palavras que estão todos os meus maiores sentimentos".

E então, Christi?

Suas entrelinhas estariam , finalmente condenadas pela teoria freudiana, ou salvas definitivamente, pela poética exaltação à compreensão do silêncio, de Oscar Wilde?

Chega a ser um dilema?

Claro que não, já sei sua resposta.
Christi... disse…
Paulo eu te amo, seus comentários são uma postagem á parte..

bjs em todos aqui com carinho..
Francis Lummertz disse…
E eu, que me atrevo a comentar em um blog de nível intelectual tão fabuloso, me resigno a afirmar que é um privilégio ter palavras tão bem construídas para interpretar.

Aqui até os comentários são bonitos...

Bom final de semana pra ti, grande beijo...
Silvia disse…
Nossa, menina...

Vou te dizer uma coisa, eu leio nas entrelinhas e me finjo de analfabeta... Perco com isso? Muito...
O que preciso perder pro rio seguir seu curso, é essa tal insegurança...

Obrigada linda pelas palavras em meu blog...
No fundo a gente sabe, onde está o problema e as soluções,mas, falta coragem... (Que vergonha rs)



Beijos menina linda e bom fim de semana
Silvia disse…
Este comentário foi removido pelo autor.

Postagens mais visitadas deste blog

Borboletas (Mário Quintana)

Borboletas
(Mário Quintana)

Quando depositamos muita confiança ou expectativas em uma pessoa, o risco de se decepcionar é grande.
As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, assim como não estamos aqui, para satisfazer as dela.
Temos que nos bastar... nos bastar sempre, e quando procuramos estar com alguém, temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém.
As pessoas não se precisam, elas se completam... não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida.
Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com a outra pessoa, você precisa em primeiro lugar, não precisar dela. Percebe também que aquela pessoa que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente, não é o homem ou a mulher de sua vida.
Você aprende a gostar de você, a cuidar de você, e principalmente a gostar de quem gosta de você.
O segredo é n…

Há para Todas as coisas, um Tempo determinado por Deus.

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu: . Há Tempo de nascer, e tempo de morrer; Tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou: . Tempo de matar, e tempo de curar: Tempo de derribar, e tempo de edificar: . Tempo de chorar, e tempo de rir: Tempo de prantear, e tempo de saltar: . Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras: Tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar: . Tempo de busca, e tempo de perder: Tempo de guardar, e tempo de deitar fora: . Tempo de rasgar, e tempo de coser: Tempo de estar calado, e tempo de falar: . Tempo de amar, e tempo de aborrecer: Tempo de guerra, e tempo de Paz. . Eclesiastes 3:1-8
Fotografia de Carol Silveiro http://www.flickr.com/photos/carolsilvestre/2943859815/

Troca-se pintinho por garrafa...rs

Retrospectivasdeinfância... . Era uma vez... Um carroceiro que passava gritando na rua: _ Trocam-se pintinhos por garrafa !!!! _Panela velha, ferro velho e garrafão. _Um garrafão vale 1 pintinho !!! . Quando ouvíamos isso, saíamos correndo gritando: _Mãe !!!! Me dá uma panela velha, um garrafão pra trocar pelo pintinho !!! Saíam as crianças todas da rua, cheias de panela, garrafas e ferro-velho para trocar pelos lindos pintinhos coloridos, de todas as cores e todos piando ao mesmo tempo, pra felicidade geral da criançada. . Eo carroceiro, muito malandramente, pegava uma quantidade que valeria no mínimo !!! uns 4 pintinhos, e na troca, só nos davam 1 ou no máximo 2 pintinhos. Mas, como éramos crianças, e não entendíamos de economia, um peso e duas medidas ou coisa do gênero.... Saíamos felizes da vida, uns com menos pintinhos, outros com uma caixa de papelão cheias deles, pra enlouquecerem as mamães. rsrs E as mães em pânico !!!! _Onde vamos botar tantos pintos ????? . Arrumávamos uma gaiola de passar…