Pular para o conteúdo principal

Fogo insano..


Que "negocinho" complicado é brincar com fogo..
Que "negocinho" insistente..
Martela .. queima e não consome..queima e pede em fome..
Ele fica transitando entre nossas mãos, corpo e ar
Faz luseiro no entorno do nosso espaço
Que "negocinho" inquietante é o tocar..
E dá pra fazer isso ? vixi, não se queimou nunca não, foi ?
Tem vezes que se joga água pra diminuir a marca
Mas tem vezes que se olha a marca e se dá um sorriso que te toma..
E no olhar do ser aceso, tu se lembra que viveu..
E que se " " , que se queimou o eu..
Que pulsa..Que ferve..Que muda o grau interior da sua temperatura
Se de morna tentar ser.. Anularia seu vento..
.
Tem momentos que é necessário uma pausa..
No fogo ? Não, no tocar ..
A boca seca e a respiração não é mais nossa
Ela fica controlada.. Ganha viva própria..
Dança com o corpo e a mente numa mesma sintonia..
Que "negocinho" complicado é o proibido despertar..
Febre..Sucessão de atos ..Sucessão que não quer parar..
Stop !
Enlouqueceu foi ? é... pode ser.. Sanidade moral
Abra a porta das novas sensações.. Não fique estática..
Vozes pertinentes.. Fugas.. Saídas..
Tocar a lua pra poder conhecer um pouco os dois lados
Dos luseiros do mundo..
Deixa o sol no seu tempinho..Chegar ..
Quero uma briga com você..E quero briga de lutar..
Que "negocinho" complicado é brincar com fogo..
Mas o ar é doce..
Só não pode ser banal..
Tem hora de saber pousar,
E outras ..de voar com as chamas..

Comentários

KG disse…
Christi,
Bom dia!
Lindo, parabéns!
Bj
Alvaro Oliveira disse…
Olá Christi

Lindo este fogo insano
Adorei imenso.

Minha querda me desculpe não me alongar muito no comentário. Estou com grandes problenas na vista e tenho de reduzir o tempo no PC.

Um lindo fim de semana

Um beijo querido

Alvaro
Tatiana disse…
Olá!
Seu blog de visual novo me deixou perdida na hora de comentar!

Quanto as suas palavras...
Lembrei as palavras do Poeta:

"Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer;"

Um beijo carinhoso para vc que tanto admiro!
Márcio Ahimsa disse…
... que negocinho complicado é esse de apreciar, voar com o vento, distrair o lamento para longe do estar perto? Estar perto de chegar e ficar, aqui, acolhido cegamente certo de enlaço... Ah esse laço que nos une a todos em sintonia fina, sintonia de se deixar abraçar pelo invisível e tão sentido calor, e tão sentida ternura... Ah, beleza pura.

Beijos, querida, bom fim de semana.
R.Vinicius disse…
O fogo. Não havia pensado nesse tema em si. Nem mesmo como verso solto.

Ontem estava realmente sem sono, e passei a noite escrevendo, e lendo.

Não consegui falar contigo, e te contar como foi lá. Seu tio (acho que foi ele) muito simpático e educado. Ah, e tenho que dizer "Sua letra é muito bonita."

Abraço,
R.Vinicius
Alvaro Oliveira disse…
Querida Christi

Apesar da dificuldade que estou sentindo na vista, não podia deixar de vir agradecer tão linda mensagem. O meu Obrigado querida.
Um lindo fim de semana...está?

Um beijo muito querido.

Alvaro
Sonia Schmorantz disse…
Muito bonito!
Passando hoje para te desejar um lindo final de semana.
abraço
Chris,

Senti o calor desse seu fogo insano.
E brinquei com ele,esse fogo humano.
Desejei,de início,uma brincadeira de lutar,
mas tomou-me a doçura das chamas,e decidi voar.

Maravilhosa a poesia,maravilhoso o post!
Você sempre me encanta,me emociona com seus versos,menina!

Beijos vários,cheios de calor.
Helô Müller disse…
Que beleza de poesia, Cristhi !

Como é difícil a busca do equilíbrio entre o viver no fogo intenso das paixões - a chamuscar nossos corações - e o momento certo pra pausar, pousar, se poupar ...
Sei lá como se faz tão difícil escolha !! rs
Talvez a própria vida se imcumba disso, no momento certo. Leia-se como "vida", as nossas próprias limitações que vão surgindo ao longo do tempo, será ? Será mesmo assim ?? Não sei, só sei que já vivi muito mais chamuscada, do que agora ... Ando mesmo é com uma necessidade danada de sair desse marasmo !! aff...
Beijos apagados!( por enquanto!rs)
Helô

Postagens mais visitadas deste blog

Borboletas (Mário Quintana)

Borboletas
(Mário Quintana)

Quando depositamos muita confiança ou expectativas em uma pessoa, o risco de se decepcionar é grande.
As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, assim como não estamos aqui, para satisfazer as dela.
Temos que nos bastar... nos bastar sempre, e quando procuramos estar com alguém, temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém.
As pessoas não se precisam, elas se completam... não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida.
Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com a outra pessoa, você precisa em primeiro lugar, não precisar dela. Percebe também que aquela pessoa que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente, não é o homem ou a mulher de sua vida.
Você aprende a gostar de você, a cuidar de você, e principalmente a gostar de quem gosta de você.
O segredo é n…

Há para Todas as coisas, um Tempo determinado por Deus.

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu: . Há Tempo de nascer, e tempo de morrer; Tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou: . Tempo de matar, e tempo de curar: Tempo de derribar, e tempo de edificar: . Tempo de chorar, e tempo de rir: Tempo de prantear, e tempo de saltar: . Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras: Tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar: . Tempo de busca, e tempo de perder: Tempo de guardar, e tempo de deitar fora: . Tempo de rasgar, e tempo de coser: Tempo de estar calado, e tempo de falar: . Tempo de amar, e tempo de aborrecer: Tempo de guerra, e tempo de Paz. . Eclesiastes 3:1-8
Fotografia de Carol Silveiro http://www.flickr.com/photos/carolsilvestre/2943859815/

Troca-se pintinho por garrafa...rs

Retrospectivasdeinfância... . Era uma vez... Um carroceiro que passava gritando na rua: _ Trocam-se pintinhos por garrafa !!!! _Panela velha, ferro velho e garrafão. _Um garrafão vale 1 pintinho !!! . Quando ouvíamos isso, saíamos correndo gritando: _Mãe !!!! Me dá uma panela velha, um garrafão pra trocar pelo pintinho !!! Saíam as crianças todas da rua, cheias de panela, garrafas e ferro-velho para trocar pelos lindos pintinhos coloridos, de todas as cores e todos piando ao mesmo tempo, pra felicidade geral da criançada. . Eo carroceiro, muito malandramente, pegava uma quantidade que valeria no mínimo !!! uns 4 pintinhos, e na troca, só nos davam 1 ou no máximo 2 pintinhos. Mas, como éramos crianças, e não entendíamos de economia, um peso e duas medidas ou coisa do gênero.... Saíamos felizes da vida, uns com menos pintinhos, outros com uma caixa de papelão cheias deles, pra enlouquecerem as mamães. rsrs E as mães em pânico !!!! _Onde vamos botar tantos pintos ????? . Arrumávamos uma gaiola de passar…