Pular para o conteúdo principal

Xadrez silencioso...



Preciso hoje do silêncio das estratégias
Jogar sozinha comigo mesma
Analisar os passos que dou nas lacunas
Aquele silêncio que muito diz
Sem pressa da palavra chegar á mente
Simplesmente deixar os pensamentos
Deslizarem e se encaixarem em si
Não é uma competição
como num xadrez convencional
Eu ganho muitas vezes até quando perco
E quando venço, nos entantos...amadureço
Preciso nem de eco, nem de música
Só o silêncio hoje é meu aliado
Abertura, meio-jogo e finais
Meu xadrez pessoal necessita de respostas...
Meu tabuleiro é meu coração
Mas meu cheque-mate em momentos está na mente...
É uma luta, porque sou mais emoção que razão

Comentários

Isa disse…
Que metáfora belíssima arranjou.
Por vezes a Vida assemelha-se a uma
partida de jogo...
Beijo.
isa.
Ernani Netto disse…
"Meu xadrez pessoal necessita de respostas...
Meu tabuleiro é meu coração
Mas meu cheque-mate em momentos está na mente...
É uma luta, porque sou mais emoção que razão"

Sou exatamente assim!

Bjaum
Alvaro Oliveira disse…
A vida é mesmo um jogo de sadrez,
o qual temos de jogar e ganhar,
mesmo quando o perdemos.
E no momento certo temos de dar
o xeque-mate, para encontrarmos
as respostas.
Embora eu não seja tanto assim
e dificilmente dou o xeque-mate,
porque facilmente me sinto um
vencido e me entrego à dor da
derrota. Sei transmitir ânimo
aos que me rodeiam e não o
emcontro para mim.

Uma bela metáfora.

Um beijo, amiga Christi

Alvaro
FRAN "O Samurai" disse…
Olá amiga!

Fiz uma postagem parecida com essa em meu blog no ano passado. Ela está aqui:

http://ladopensante.blogspot.com/2008/11/minha-vida-meu-xadrez.html

Sei muito bem o que você sente e jogar com nós mesmos é algo que todos deveriam fazer, um auto-análise, pensar em nossas atitudes, em nossos medos e nossos questionamentos pessoais. A vida é um jogo intímo e só aqueles que alcançam o auto-conhecimento é que triunfarão no final.

Jogue seu xadrez e vença você mesma!

Beijos.
viva ou exista disse…
simplesmente

belas e maravilhosas palavras...

ótima semana
Lucinha disse…
Tb sou mais emoção do q razão...

Parabéns lindas palavras...

Vim conhecer seu espaço e adorei...

Tem lembrancinha do dia das mães que deixei no meu blog para amigos blogueios...

beijinhosssss
Ester disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Ester disse…
Oi querida


http://www.youtube.com/watch?v=kHdJR6iUBFM


Para animar seu dia!

P A Z
Olha,
a palavra parada;
Luta,
por letras ocultas;
Ouça,
os versos internos
Solta,
a nudez poética;
Escreva-se,
poesia
ao menos um dia,
Seja.

(Maísa)

Desejo uma linda semana com muito amor, esperança e carinho.
Abraços.
Eduardo Poisl

Postagens mais visitadas deste blog

Borboletas (Mário Quintana)

Borboletas
(Mário Quintana)

Quando depositamos muita confiança ou expectativas em uma pessoa, o risco de se decepcionar é grande.
As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, assim como não estamos aqui, para satisfazer as dela.
Temos que nos bastar... nos bastar sempre, e quando procuramos estar com alguém, temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém.
As pessoas não se precisam, elas se completam... não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida.
Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com a outra pessoa, você precisa em primeiro lugar, não precisar dela. Percebe também que aquela pessoa que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente, não é o homem ou a mulher de sua vida.
Você aprende a gostar de você, a cuidar de você, e principalmente a gostar de quem gosta de você.
O segredo é n…

Há para Todas as coisas, um Tempo determinado por Deus.

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu: . Há Tempo de nascer, e tempo de morrer; Tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou: . Tempo de matar, e tempo de curar: Tempo de derribar, e tempo de edificar: . Tempo de chorar, e tempo de rir: Tempo de prantear, e tempo de saltar: . Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras: Tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar: . Tempo de busca, e tempo de perder: Tempo de guardar, e tempo de deitar fora: . Tempo de rasgar, e tempo de coser: Tempo de estar calado, e tempo de falar: . Tempo de amar, e tempo de aborrecer: Tempo de guerra, e tempo de Paz. . Eclesiastes 3:1-8
Fotografia de Carol Silveiro http://www.flickr.com/photos/carolsilvestre/2943859815/

Troca-se pintinho por garrafa...rs

Retrospectivasdeinfância... . Era uma vez... Um carroceiro que passava gritando na rua: _ Trocam-se pintinhos por garrafa !!!! _Panela velha, ferro velho e garrafão. _Um garrafão vale 1 pintinho !!! . Quando ouvíamos isso, saíamos correndo gritando: _Mãe !!!! Me dá uma panela velha, um garrafão pra trocar pelo pintinho !!! Saíam as crianças todas da rua, cheias de panela, garrafas e ferro-velho para trocar pelos lindos pintinhos coloridos, de todas as cores e todos piando ao mesmo tempo, pra felicidade geral da criançada. . Eo carroceiro, muito malandramente, pegava uma quantidade que valeria no mínimo !!! uns 4 pintinhos, e na troca, só nos davam 1 ou no máximo 2 pintinhos. Mas, como éramos crianças, e não entendíamos de economia, um peso e duas medidas ou coisa do gênero.... Saíamos felizes da vida, uns com menos pintinhos, outros com uma caixa de papelão cheias deles, pra enlouquecerem as mamães. rsrs E as mães em pânico !!!! _Onde vamos botar tantos pintos ????? . Arrumávamos uma gaiola de passar…