Pular para o conteúdo principal

Não poderia...


Sozinha pensa estar em conflitos....
Seu guarda chuva de princesa
Abriga a chuva dos seus pensamentos.
Sozinha diante de um castelo de ilusões
O acaso virou paixão.
.
Ela não sabe como expressar...
A violência do seu parceiro, é apelativa e sexual
sua mente é indecifrável...
Ela se inquieta com o que deixou entrar.
O coração é um louco !!!
Porque misturaste o desejo com o amor ?
Louco estás...coração... louco estás !!!.
Não pode fazê-lo nem cogitar a idéia
teme que fuja...
.
Se sente apenas, como um encontro marcado
Só a virada de sua rotina.
O tapa que levou chorou...no peito, se apertou
Indecifrável mulher que és
Se apaixonou sem poder sequer amar...
.
Arquivo do Conflitos de Confissões

Comentários

Me permita dizer que esse texto vai para as mulheres que são impedidas de amar.

Boa semana!!!
Otário disse…
interessado em participar em espelhosentido.blogspot.com?
Apaixonar-se sem poder amar,misturar desejo e amor,levar um tapa,sentir o coração como um louco...quantos conflitos,quantas ilusões para um só castelo.
E quantas paixões seguem assim pela vida!

Intenso e inquietante o seu texto,Christi.A imagem caiu perfeita.

Uma ótima tarde de feriado pra você.
Beijos e carinhos,querida.
Fernanda! disse…
De onde vem tanta coisa linda?

Vc é muito especial moça.

Mais um belo texto.

E quem ganha somos nós.

Bjos de luz!
Gilbamar disse…
Quantas vezes confundimos uma paixão intensa e vulcânica com a serenidade do amor! Um e outro são tão diferentes como o vinho da água.

Lindo texto de luz e emoção.

Fraterno abraço do amigo Gilbamar.
€ster disse…
Oi minha flor de liz!

Sua visita sempre me enche de uma profunda alegria!

Sim, querida, Ele cuida de mim, e cuida de nós, como ninguém, e como nem mesmo nós saberíamos nos cuidar,

e é Ele que me dá forças para continuar nessa caminhada, muitas vezes tão difícil, mesmo sem pé para andar, e nessas horas é que dá para sentir melhor o cuidado Dele, e ser carregada no colo também de vez enquando é um carinho que funciona como remédio,


beijinhos,


(Amei esse novo layout...)
Alvaro Oliveira disse…
Excelente poema.
Um retrato fiel
de tantos casos
vida. Um castelo
de ilusões que
depois de uma entrega
ruíu e apenas ficou a dor.

Um abraço

Alvaro Oliveira

Postagens mais visitadas deste blog

Borboletas (Mário Quintana)

Borboletas
(Mário Quintana)
Quando depositamos muita confiança ou expectativas em uma pessoa, o risco de se decepcionar é grande.
As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, assim como não estamos aqui, para satisfazer as dela.
Temos que nos bastar... nos bastar sempre, e quando procuramos estar com alguém, temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém.
As pessoas não se precisam, elas se completam... não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida.
Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com a outra pessoa, você precisa em primeiro lugar, não precisar dela. Percebe também que aquela pessoa que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente, não é o homem ou a mulher de sua vida.
Você aprende a gostar de você, a cuidar de você, e principalmente a gostar de quem gosta de você.
O segredo é n…

Há para Todas as coisas, um Tempo determinado por Deus.

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu: . Há Tempo de nascer, e tempo de morrer; Tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou: . Tempo de matar, e tempo de curar: Tempo de derribar, e tempo de edificar: . Tempo de chorar, e tempo de rir: Tempo de prantear, e tempo de saltar: . Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras: Tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar: . Tempo de busca, e tempo de perder: Tempo de guardar, e tempo de deitar fora: . Tempo de rasgar, e tempo de coser: Tempo de estar calado, e tempo de falar: . Tempo de amar, e tempo de aborrecer: Tempo de guerra, e tempo de Paz. . Eclesiastes 3:1-8
Fotografia de Carol Silveiro http://www.flickr.com/photos/carolsilvestre/2943859815/

Troca-se pintinho por garrafa...rs

Retrospectivasdeinfância... . Era uma vez... Um carroceiro que passava gritando na rua: _ Trocam-se pintinhos por garrafa !!!! _Panela velha, ferro velho e garrafão. _Um garrafão vale 1 pintinho !!! . Quando ouvíamos isso, saíamos correndo gritando: _Mãe !!!! Me dá uma panela velha, um garrafão pra trocar pelo pintinho !!! Saíam as crianças todas da rua, cheias de panela, garrafas e ferro-velho para trocar pelos lindos pintinhos coloridos, de todas as cores e todos piando ao mesmo tempo, pra felicidade geral da criançada. . Eo carroceiro, muito malandramente, pegava uma quantidade que valeria no mínimo !!! uns 4 pintinhos, e na troca, só nos davam 1 ou no máximo 2 pintinhos. Mas, como éramos crianças, e não entendíamos de economia, um peso e duas medidas ou coisa do gênero.... Saíamos felizes da vida, uns com menos pintinhos, outros com uma caixa de papelão cheias deles, pra enlouquecerem as mamães. rsrs E as mães em pânico !!!! _Onde vamos botar tantos pintos ????? . Arrumávamos uma gaiola de passar…