Pular para o conteúdo principal

Segue meu olhar...Sigo seu passar...


Fúria de dois corpos
se mirando nos olhos
a melodia levando além
do ritmo e da batida
.
Doçura de dois corpos
que se rumam
e se anelam
sedutores dançarinos
.
No salão
dos mais vividos
conhecedores de cada passada
a ponta dos pés
.
Os jogos
secreta dama
que pende a cabeça...
e a rigidez de seu par
.
Formas
Regras
Acertos
Pele
.
Fúria !!! corpos !!!
.
Incontrolável divisão
do desejo que brota
e da névoa que os envolvem
naquela luz do dançar...

Comentários

R.Vinicius disse…
Uma dança forma teus versos a dançarem no poema. Intenso, belo, todo o movimento do poema e suas linhas.

Abraço,

R.Vinicius
Tata disse…
Caraca....que LINDO!

Clap, Clap, Clap!!! ( sou eu batendo palmas)

Nossa tô passada!!! adorei !!!

A forma com que descreve a dança foi perfeita d+!
parabéns!!!
vida cotidiana disse…
O selinho ficou lindo ai ao lado, realmente temos algumas coisas em comun. Como sempre seus textos nos deixa sem palavras, lindo, bjs
Raquel Emanuelle disse…
Como uma cena de filme.
Envolvente.
QUERIDA CHRIS, BELO POEMA... DESEJO-TE UM BELÍSSIMO FIM DE SEMANA... UM GRANDE ABRAÇO DE CARINHO,
FERNANDINHA
Flor ♥ disse…
Hum... parece que estou dançando um tango - em Paris!

Beijos, Chris!
Vanessa Labrea disse…
Ah, que delícia ler este teu post Chris... Dancei por muito tempo e achei as palavras tão verdadeiras como a real sensação de estar dançando... Lindo! Passa no blog para conheceres?
Um beijo, Vanessa
Existe um lugar onde
todos os sonhos se realizam
a Felicidade é constante
e o sentimento maior é o Amor
este lugar é o seu Coração...
Procure nele e você
encontrará as respostas pra tudo.
Bom final de semana
Isa disse…
Estou enganada ou hoje é o seu Nirvana???????????????????
Me diz pq. quero celebrar contigo.
Beijo.
isa.
Nina Victor disse…
Linda poesia.
Dançar e amar.
Tudo a ver! :)
silvioafonso disse…
.

Não, por favor não me peças porque eu não tirarei das tuas curvas os meus olhos gulosos . Eu não deixarei que fujam das tuas mãos, as minhas suadas e trêmulas mãos e muito menos eu tirarei de entre as tuas coxas as minhas pernas bambas. Juro que não farei o que tu não quiseres, mas deixes que eu chore com a minha boca em teus mamilos enquanto as lágrimas do meu orgasmo banhem o teu rosto e escoem pelo ralo do teu corpo, e eu brade num miado de gato do mato na copa de uma cabeluda imbaúba. Não, não peças que eu sorria ou que diga o meu nome se deitado, morto, quase sepultado estou aos pés das minhas vontades.

silvioafonso.




.
*** Cris *** disse…
Uma dança linda de palavras e emoções!
Chris, tem um desafio literário pra vc lá no meu blog,tá?
Bjs!
Dançar é muito bom,saudades de uma dança...

Fim de semana de luz.

beijooo.
Isa disse…
Foi uma grande alegria!A Guida tb é uma "guerreira".Vai conseguir.
Obrigada quida!
És um doce!!
Beijoo.
isa.
Olavo disse…
Adoro a luz do dançar..humm é sempre mágica..lindo poema.
otimo final de semana
beijos
Delfim Peixoto disse…
Genialmente escrito, com um sentido estético soberbo e com imagens de uma cena de amor que nos leva a sonhar com o amor
bjnhs

Postagens mais visitadas deste blog

Borboletas (Mário Quintana)

Borboletas
(Mário Quintana)

Quando depositamos muita confiança ou expectativas em uma pessoa, o risco de se decepcionar é grande.
As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, assim como não estamos aqui, para satisfazer as dela.
Temos que nos bastar... nos bastar sempre, e quando procuramos estar com alguém, temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém.
As pessoas não se precisam, elas se completam... não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida.
Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com a outra pessoa, você precisa em primeiro lugar, não precisar dela. Percebe também que aquela pessoa que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente, não é o homem ou a mulher de sua vida.
Você aprende a gostar de você, a cuidar de você, e principalmente a gostar de quem gosta de você.
O segredo é n…

Há para Todas as coisas, um Tempo determinado por Deus.

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu: . Há Tempo de nascer, e tempo de morrer; Tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou: . Tempo de matar, e tempo de curar: Tempo de derribar, e tempo de edificar: . Tempo de chorar, e tempo de rir: Tempo de prantear, e tempo de saltar: . Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras: Tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar: . Tempo de busca, e tempo de perder: Tempo de guardar, e tempo de deitar fora: . Tempo de rasgar, e tempo de coser: Tempo de estar calado, e tempo de falar: . Tempo de amar, e tempo de aborrecer: Tempo de guerra, e tempo de Paz. . Eclesiastes 3:1-8
Fotografia de Carol Silveiro http://www.flickr.com/photos/carolsilvestre/2943859815/

Troca-se pintinho por garrafa...rs

Retrospectivasdeinfância... . Era uma vez... Um carroceiro que passava gritando na rua: _ Trocam-se pintinhos por garrafa !!!! _Panela velha, ferro velho e garrafão. _Um garrafão vale 1 pintinho !!! . Quando ouvíamos isso, saíamos correndo gritando: _Mãe !!!! Me dá uma panela velha, um garrafão pra trocar pelo pintinho !!! Saíam as crianças todas da rua, cheias de panela, garrafas e ferro-velho para trocar pelos lindos pintinhos coloridos, de todas as cores e todos piando ao mesmo tempo, pra felicidade geral da criançada. . Eo carroceiro, muito malandramente, pegava uma quantidade que valeria no mínimo !!! uns 4 pintinhos, e na troca, só nos davam 1 ou no máximo 2 pintinhos. Mas, como éramos crianças, e não entendíamos de economia, um peso e duas medidas ou coisa do gênero.... Saíamos felizes da vida, uns com menos pintinhos, outros com uma caixa de papelão cheias deles, pra enlouquecerem as mamães. rsrs E as mães em pânico !!!! _Onde vamos botar tantos pintos ????? . Arrumávamos uma gaiola de passar…