Pular para o conteúdo principal

Os receios do novo....

Bata !
Abra !
Entre !

Deixa o medo do lado de fora...
o imprevisto é inevitável
a doçura e o cuidado
é o conta gotas da adrenalina

Bata !
Abra !
Entre logo !

Desvendando o que tem por trás
a covardia tira de nós as surpresas da vida
a floresta está seca ?
o arbusto fino ?
a árvore é densa ?

Então entre...
mas bata antes
porque bater é ter a cautela em sabedoria
o abrir é a coragem do primeiro passo
e o entrar ... ah ! o entrar
é viver.....

Comentários

HSLO disse…
Os receios do novo___gostei muito dessa postagem..viu.

Abraços
R.Vinicius disse…
Toc-toc, deixa eu entrar? Quero me aconchegar por aqui e lê-la. Faz tempo que sumi, mas voltei. Tua escrita guarda o saber de sabermos que você é incrível.

Abraço,

R.Vinicius
FRAN "O Samurai" disse…
Olá!

Aquele que tem medo de viver e enfrentar o novo, perde-se tempo na estadia da vida!

Prefiro apostar em algo e tentar saber os resultados, do que ficar a mercê do que os outros irão pensar e dizer de mim!

Eu tento, eu faço, sou livre!

Ótima postagem.

Beijos.
Márcio Ahimsa disse…
Tum, tum...

Chris, posso entrar?

...

Entrei, um universo me abriu, luz, beleza, versos, poesia...


Gostei, posso ficar?


Beijos querida.
Olavo disse…
Belo texto..
precisamos aprender a viver sem este medo do novo..mas é absolutamente normal ter..
beijão
Tatiana disse…
Oi Chris... vc não imagina o quanto foi bom ler as suas palavras.
Muitas vezes o sentir nos assusta pois batem em confito dentro de nós...mas isso é viver!
Lindo!!!
Te adoro e desejo tudo que há de melhor viu?
Beijos
Patty disse…
É a vida que deve ser vivida, sempre. Beijo
Anônimo disse…
Lindo texto, disse tudo, muito legal ter vindo aqui...
CarlaSofia disse…
Lindo!
Bater antes de entrar, para entrar com segurança.
Beijinhos de LUZ
Leonor Cordeiro disse…
Querida Chris,

O receio frente ao novo ou ao desconhecido sempre produz insegurança.
Lindas palavras !!!
Bela mensagem!!!
Mil beijinhos!!!
Sonia Regly disse…
Este Blog está lindo , Parabéns!!!
Vim te desejar um Feliz e abençoado 2009!!!!Beijão
Vc abriu sua porta e ca estou para agradecer suas visitas em minha casa,obrigada amiga,agora vou dormir,já é tarde e vou deixar as outras visitas para amanhã.

Boa Noite.

beijooo.
Mustafa Şenalp disse…
Çok güzel site. :)
Serena Flor disse…
Bati...abri e entrei...e aqui quero ficar!
Lindo o que escreveu minha querida...realmente na vida temos sempre que bater, abrir e entrar, só assim viveremos plenamente...parabéns minha linda!

Passando pra avisar que tem uns selinhos pra você lá no Alma Poeta ok? Passa lá quando tiver um tempinho...beijos.
oi miga vc sumiu do meu blog to tliste rsrsr sua visita é de suma importância adorei esse texto gosto muito do novo bjssssssssss!
vida cotidiana disse…
Viver, entrar sempre. O medo longe da vida, lindo texto, bjs
Bia disse…
Oi, tem um meme pra vc lá no blog.

Beijo!

Postagens mais visitadas deste blog

Borboletas (Mário Quintana)

Borboletas
(Mário Quintana)

Quando depositamos muita confiança ou expectativas em uma pessoa, o risco de se decepcionar é grande.
As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, assim como não estamos aqui, para satisfazer as dela.
Temos que nos bastar... nos bastar sempre, e quando procuramos estar com alguém, temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém.
As pessoas não se precisam, elas se completam... não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida.
Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com a outra pessoa, você precisa em primeiro lugar, não precisar dela. Percebe também que aquela pessoa que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente, não é o homem ou a mulher de sua vida.
Você aprende a gostar de você, a cuidar de você, e principalmente a gostar de quem gosta de você.
O segredo é n…

Há para Todas as coisas, um Tempo determinado por Deus.

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu: . Há Tempo de nascer, e tempo de morrer; Tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou: . Tempo de matar, e tempo de curar: Tempo de derribar, e tempo de edificar: . Tempo de chorar, e tempo de rir: Tempo de prantear, e tempo de saltar: . Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras: Tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar: . Tempo de busca, e tempo de perder: Tempo de guardar, e tempo de deitar fora: . Tempo de rasgar, e tempo de coser: Tempo de estar calado, e tempo de falar: . Tempo de amar, e tempo de aborrecer: Tempo de guerra, e tempo de Paz. . Eclesiastes 3:1-8
Fotografia de Carol Silveiro http://www.flickr.com/photos/carolsilvestre/2943859815/

Troca-se pintinho por garrafa...rs

Retrospectivasdeinfância... . Era uma vez... Um carroceiro que passava gritando na rua: _ Trocam-se pintinhos por garrafa !!!! _Panela velha, ferro velho e garrafão. _Um garrafão vale 1 pintinho !!! . Quando ouvíamos isso, saíamos correndo gritando: _Mãe !!!! Me dá uma panela velha, um garrafão pra trocar pelo pintinho !!! Saíam as crianças todas da rua, cheias de panela, garrafas e ferro-velho para trocar pelos lindos pintinhos coloridos, de todas as cores e todos piando ao mesmo tempo, pra felicidade geral da criançada. . Eo carroceiro, muito malandramente, pegava uma quantidade que valeria no mínimo !!! uns 4 pintinhos, e na troca, só nos davam 1 ou no máximo 2 pintinhos. Mas, como éramos crianças, e não entendíamos de economia, um peso e duas medidas ou coisa do gênero.... Saíamos felizes da vida, uns com menos pintinhos, outros com uma caixa de papelão cheias deles, pra enlouquecerem as mamães. rsrs E as mães em pânico !!!! _Onde vamos botar tantos pintos ????? . Arrumávamos uma gaiola de passar…