Pular para o conteúdo principal

Insanidade ou satisfação de um desejo ?

Desejos ...
.
Tem aqueles desejos que ninguém entenderia...
os infantis... aqueles que colecionamos de crianças, esse é um tipo.
.
Tem aqueles desejos que ficam até difíceis mencionar, pq temos dúvidas ...
se são insanos ou se já não fazem mais parte da época que vivemos

Os que não são politicamente corretos...

Os que são "impossíveis" ás mãos e que esquecemos de lembrar, que primeiro eles nos vieram aos corações, e tudo que vem ao profundo vem misterioso, mas não trazemos á memória...

Porque uns desejam o fácil e outros só desejam os difíceis ?

Porque uns desejam o arroz com feijão, e outros só conseguem brilhar seus olhos com o caviar ? O sexo morno e matrimonial ou o Sexo sem compromisso e tal ?

Desejos...

Particulares a cada um, com um elo em torno do ser humano, de um modo geral, o de ser comum a todos, Desejar....

Estar diante de uma porta, ter a chave, porque estar vivo pra realizar, impor o possível dentro do impossível é legítimo... pq não abrir ?

Insanidade ou Satisfação de um desejo ?

Mas, e o que vão pensar ? muitas vezes perguntamos a nós... os outros, e não eu, eu , eu...

Em Filosofia, Desejo é uma tensão em direção a um fim considerado pela pessoa que deseja como uma fonte de satisfação. É uma tendência algumas vezes consciente, outras vezes inconsciente ou reprimida. Quando consciente, o desejo é uma atitude mental que acompanha a representação do fim esperado.

Estar diante de algo que sua mente vagueia, que seu corpo incendeia, e que seu âmago permeia é complicado diante de tabus, quando os fazemos importantes

Só fazemos importantes em nossas vidas, aquilo que permitimos ser, ou aquilo que deixamos vasar, não filtrar, rapar, escorregar.... a tecla deletar e recomeçar, ou configurar, e também o fator voltar ao caminho e seguir novos rumos ás vezes se fazem necessários...

Insano todos somos em alguma parte de nossas vidas

E satisfeitos pelos nossos próprios desejos ? será que nos permitimos ?

Vale permitir pensar....

Comentários

Tony Madureira disse…
Olá,

Desejos?! São tantos...



Beijinho
Querida Chris, adorei o texto...
Votos de bom Domingo... Deixo-te um grande abraço de carinho e ternura,
Fernandinha
FRAN "O Samurai" disse…
Oi amiga!

Desejos...

Desejos são sempre frutos do querer em cada um de nós. Queremos coisas porque saciam nossa vontade. Seja os desejos por coisas fúteis, bens materiais, emocionais, carnais ou seja lá o que for.

Desejo existem para deixar a vida mais interessante.

Alguns são insanos sim, outros apenas por satisfação. Eu tenho os meus e são por mera satisfação pessoal.

Beijos.

Voltei a minha rotina e de blog novo! Gostaria que visita-se.

temploblogueirospensantes.blogspot.com/
Isa disse…
Desejos?!Tenho tantos!
Todos temos,penso.Enquanto sonhamos alguns vão-se tornando realidade!
Beijo.
isa.
Bom dia amiga.

Tenho tantos desejos...

Bom domingo.

bjs.
Moacy Cirne disse…
Oi, descobri o seu blogue em Marcelo Novaes, se não estou enganado. Gostei do que vi. Voltarei. Sim, voltarei. Sabia que já trabalhei em Niterói? Um abraço. E um 2009 MARAVILHOSO pra você.
vida cotidiana disse…
Adorei o texto, o que seria de nós se não pudessemos nos permitir desejar?
Márcio Ahimsa disse…
Oi Chris,

desejos são essas fendas boas que se abrem em nós, n`algum canto, proíbidos, que querem se mostrar, se fazer ser...
Eu tenho muitos desejos, quero realizá-los todos, sem exceção.

Beijos e desejos, querida.

Postagens mais visitadas deste blog

Borboletas (Mário Quintana)

Borboletas
(Mário Quintana)

Quando depositamos muita confiança ou expectativas em uma pessoa, o risco de se decepcionar é grande.
As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, assim como não estamos aqui, para satisfazer as dela.
Temos que nos bastar... nos bastar sempre, e quando procuramos estar com alguém, temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém.
As pessoas não se precisam, elas se completam... não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida.
Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com a outra pessoa, você precisa em primeiro lugar, não precisar dela. Percebe também que aquela pessoa que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente, não é o homem ou a mulher de sua vida.
Você aprende a gostar de você, a cuidar de você, e principalmente a gostar de quem gosta de você.
O segredo é n…

Há para Todas as coisas, um Tempo determinado por Deus.

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu: . Há Tempo de nascer, e tempo de morrer; Tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou: . Tempo de matar, e tempo de curar: Tempo de derribar, e tempo de edificar: . Tempo de chorar, e tempo de rir: Tempo de prantear, e tempo de saltar: . Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras: Tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar: . Tempo de busca, e tempo de perder: Tempo de guardar, e tempo de deitar fora: . Tempo de rasgar, e tempo de coser: Tempo de estar calado, e tempo de falar: . Tempo de amar, e tempo de aborrecer: Tempo de guerra, e tempo de Paz. . Eclesiastes 3:1-8
Fotografia de Carol Silveiro http://www.flickr.com/photos/carolsilvestre/2943859815/

Troca-se pintinho por garrafa...rs

Retrospectivasdeinfância... . Era uma vez... Um carroceiro que passava gritando na rua: _ Trocam-se pintinhos por garrafa !!!! _Panela velha, ferro velho e garrafão. _Um garrafão vale 1 pintinho !!! . Quando ouvíamos isso, saíamos correndo gritando: _Mãe !!!! Me dá uma panela velha, um garrafão pra trocar pelo pintinho !!! Saíam as crianças todas da rua, cheias de panela, garrafas e ferro-velho para trocar pelos lindos pintinhos coloridos, de todas as cores e todos piando ao mesmo tempo, pra felicidade geral da criançada. . Eo carroceiro, muito malandramente, pegava uma quantidade que valeria no mínimo !!! uns 4 pintinhos, e na troca, só nos davam 1 ou no máximo 2 pintinhos. Mas, como éramos crianças, e não entendíamos de economia, um peso e duas medidas ou coisa do gênero.... Saíamos felizes da vida, uns com menos pintinhos, outros com uma caixa de papelão cheias deles, pra enlouquecerem as mamães. rsrs E as mães em pânico !!!! _Onde vamos botar tantos pintos ????? . Arrumávamos uma gaiola de passar…