Pular para o conteúdo principal

Fogo !!!

O amor é o fogo que arde sem se ver.
É ferida que dói e não se sente.
É um contentamento descontente.
É dor que desatina sem doer.
.
Camões/ Renato Russo

"Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço,
porque o amor é forte como a morte, e duro como a sepultura, o ciúme;
as suas brasas são brasas de fogo, são veementes labaredas."
.

Blogagem Coletiva Tertúlia Virtual

.

Comentários

Sentimental ♥ disse…
agora fiquei na dúvida sobre os tipos de fogo, se bem q nesse caso o amor dura bem mais... rs
beijos
Isa disse…
Lindo poema de Camões.Ah!Como ele amou!!
Beijoo.
isa.
Claro que é o AMOR o bom fogo ! O da PAIXÃO, apesar de forte é muito curto. Apaga logo!

Muito obrigado pela sua linda postagem e participação na TERTULIA!
O amor é um fogo bom...às vezes dói,mas é essencial para continuar vivendo.

Ps:enviei-lhe uma mensagem pelo seu hotmail que aparece aqui.
Beijos
Georgia disse…
Que bom que o AMOR, é fogo!!!
Eduardo P.L disse…
Cris,

desculpe ter te convidado a fazer outra postagem sobre fogo no seu outro ( simpátississimo) blog!

Bjs
António P. disse…
Fósforos = paixão.
Isqueiro = amor.
Gostei
basta acender uma coisa com essse fosforo e vai tudo pelo ar
Tatiana disse…
A profundidade dos versos é tocante.

Só o amor é capaz de tamanha beleza!

Um beijo repleto de meu carinho para vc!
expressodalinha disse…
Misturar os fósforos e o isqueiro ainda é o melhor!
Chris disse…
Concordo.
aí é Fogo mesmo, na íntegra.

Bjs,
chicoelho disse…
Muito.bôa.a.comparação.entre.paixão..e..amor.

Bjs
Olavo disse…
Adorei a comparação entre os fosforos e o isqueiro rs
O amor é fogo que arde sem se ver..sempre adorei essa poesia..
beijão
Jorge C. Reis disse…
Camões, sempre Camões e a sua forma de comparar o amor ao fogo.
Parabéns pelo post.
Señor R disse…
Fuego del amor? Pero el odio no arde también como un fuego que todo lo devora? En cualquier caso el fuego siempre será pasión, positiva o negativa. Pasión vivida sin límites.

Un abrazo
Bento disse…
Paixão, amor e fósforos...verdadeiramente incendiário
Rennata Alarcon disse…
PARABÉNS MESMO PELO BLOG!!!!

Conheci há pouco e confesso que estou adorando!

Por isso resvoli deixar um selinho pra vc no meu blog... depois da uma olhadinha, tá?

Beijos!

Rennata
Al Kantara disse…
E quando não há fósforos nem isqueiro, não se poderá pedir lume ?...
Nina disse…
Olá Chris!
Tb ia postar esse poema de Camões ...
Mas tive um momento de inspiração e fiz um poema de minha própria autoria. rsrs
Esse versículo é um dos mais bonitos do livro de cantares.
Parabéns pela postagem.
Bjs
Vanessa disse…
Oi, é minha primeira participação na Tertúlia virtual e estou adorando. Cada post mais interessante q o outro. Abraço
É um contentamento muitas vezes descrente.
Bom post.
R.Vinicius disse…
Gostei da Blogagem coletiva. Fogo? Hum. Fogo desta paixão que se consome em si mesma, assim é a paixão. Gostei muito do post, só ando sem palavra pra falar de amor.

Abraços,

R.Vinicius
Dalva disse…
Lindo, Chris... amor e paixão: fogos que queimam! Belas imagens, Chris!

Beijos!
Gleidston dias disse…
Uma junçao que ficou perfeito,poema/foto.

Parabens por seu espaço,uma paz!

Bjsss
Dalva disse…
Chris... voltei prá falar do "fogo que não queima"... o fogo da indeferença: é a pura verdade! Parabéns, querida!

Bjs de novo!
Serena Flor disse…
Que linda párticipação e que belos poemas minha linda! Adorei!
Obrigada pela visita e pelas palavras
carinhosas minha flor! Bjs.
Márcio Ahimsa disse…
O amor é, tão logo queime, tão logo varre com vastidão, um vento morno em erupção, é jogo inventado de tato e palavras, de olhos e olhares, de mãos e sonhares que queima em meu coração. O amor é fruto, semente anil que germina corpo, pálpebras abertas para entrar a sensação de luz, para inundar o olhar em ofuscamento.


Beijos.
Camões e Salomão! Você promoveu um encontro sui-generis, Chris. Uma convergência desta natureza só podia acabar em um incêndio poético admirável. Parabéns.

Ery
infinitoposito.blogger.br
Flor ♥ disse…
Oi, Chris... que bom participar das Tertúlias...

Beijos!
vida cotidiana disse…
Concordo com você, amor tem a intensidade de uma vida, bjs
disse…
Que lindíssimo poema.Parabéns bela participação.
Chris disse…
Essa blogagem foi mega, gostei demais, de visitar todas as outras formas que o Fogo foi retratado,muito interessante, pq praticamente nenhum assunto ficou repetido, muito gostoso isso.

Agradecer a iniciativa do Jorge Pinheiro (Expresso da Linha) e Eduardo P.L. ( Varal de Idéias), que promovem a Tertúlia, sendo todo dia 15 de cada mês um tema diferente, promovendo visitas e amizades entre blogueiros.

Encatanda com tudo e obrigada pelas visitas carinhosas de todos.

Bjs no coração a todos.

Chris
Perfeito e Único!

beijooo.
Drama Queen disse…
A imagem disse tudo.
Tatiana disse…
Olá Bom dia Chris!
Tendo em vista a qualidade do seu blogue e pessoa que você é,
Repasso ao seu blogue Selos recebido.
Continue fazendo daqui um lugar especial e tão rico.

Um abraço carinhoso
Adelino disse…
Chris, muito interessante o seu post.
A Georgia tem razão, mas amor é fogo de velas que quando acesas tremulam em chamas ondulantes, mas constantes. Já a paixão que também é fogo, acende rápido, consome e se esvai em alguns segundos.
Grande abraço.

Postagens mais visitadas deste blog

Borboletas (Mário Quintana)

Borboletas
(Mário Quintana)

Quando depositamos muita confiança ou expectativas em uma pessoa, o risco de se decepcionar é grande.
As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, assim como não estamos aqui, para satisfazer as dela.
Temos que nos bastar... nos bastar sempre, e quando procuramos estar com alguém, temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém.
As pessoas não se precisam, elas se completam... não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida.
Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com a outra pessoa, você precisa em primeiro lugar, não precisar dela. Percebe também que aquela pessoa que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente, não é o homem ou a mulher de sua vida.
Você aprende a gostar de você, a cuidar de você, e principalmente a gostar de quem gosta de você.
O segredo é n…

Há para Todas as coisas, um Tempo determinado por Deus.

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu: . Há Tempo de nascer, e tempo de morrer; Tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou: . Tempo de matar, e tempo de curar: Tempo de derribar, e tempo de edificar: . Tempo de chorar, e tempo de rir: Tempo de prantear, e tempo de saltar: . Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras: Tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar: . Tempo de busca, e tempo de perder: Tempo de guardar, e tempo de deitar fora: . Tempo de rasgar, e tempo de coser: Tempo de estar calado, e tempo de falar: . Tempo de amar, e tempo de aborrecer: Tempo de guerra, e tempo de Paz. . Eclesiastes 3:1-8
Fotografia de Carol Silveiro http://www.flickr.com/photos/carolsilvestre/2943859815/

Troca-se pintinho por garrafa...rs

Retrospectivasdeinfância... . Era uma vez... Um carroceiro que passava gritando na rua: _ Trocam-se pintinhos por garrafa !!!! _Panela velha, ferro velho e garrafão. _Um garrafão vale 1 pintinho !!! . Quando ouvíamos isso, saíamos correndo gritando: _Mãe !!!! Me dá uma panela velha, um garrafão pra trocar pelo pintinho !!! Saíam as crianças todas da rua, cheias de panela, garrafas e ferro-velho para trocar pelos lindos pintinhos coloridos, de todas as cores e todos piando ao mesmo tempo, pra felicidade geral da criançada. . Eo carroceiro, muito malandramente, pegava uma quantidade que valeria no mínimo !!! uns 4 pintinhos, e na troca, só nos davam 1 ou no máximo 2 pintinhos. Mas, como éramos crianças, e não entendíamos de economia, um peso e duas medidas ou coisa do gênero.... Saíamos felizes da vida, uns com menos pintinhos, outros com uma caixa de papelão cheias deles, pra enlouquecerem as mamães. rsrs E as mães em pânico !!!! _Onde vamos botar tantos pintos ????? . Arrumávamos uma gaiola de passar…