Pular para o conteúdo principal

A Delicadeza do meu Relicário...


Ela arruma as malas
no dia 31 de dezembro, ás 22:00h
fogos e festa pra iniciar a chegada do novo ano
chegou a hora
Bolsas prontas, as dores...
.
Chega no hospital e o médico observa as dilatações
pensa e fala, volta, comemora a virada do ano....
O dia é Amanhã
01 de Janeiro
.
Meio dia, seu nome é chamado
o frio na barriga, a emoção a toma
olha sua filha pequena e teme, sorri e chora levemente...
.
Os médicos Bolivianos conversam entre si
nasce ás 12:20h
O seu delicado Relicário chegou !!!
Seu príncipe para o seu reinado materno
.
Ela demora a sair...
A hemorragia não era esperada...
eles conversam, ela entende e pergunta
Eles tentam explicar...
.
Ela ora...
Em sua mente a pequena e o relicário que chegou
a responsabilidade e a esperança
em seus pensamentos
os pés andam descalços de si
o chapéu tem o poder que o vento pode fazer voar...
.
Costuras feitas, abertas e refeitas
Voa Borboleta !!!
leve meu pedido aos céus
como suave incenso aos ouvidos de Deus....
e me traz uma saída !!!
.
Graça
Favor imerecido
Graça
Favor recebido....
.
Chris
olha seu menino
01 de Janeiro de 2009
Seu Relicário Victor...
.
Lembranças e Homenagem ao meu menino que hj completou seu 5º Aniversário
Parabéns meu amor !!!

Comentários

Tatiana disse…
Que Linda homenagem!
Suas palavras sempre me encantam.
É sempre muito bom estar aqui, principalmente hoje nesse momento especial!
*
Fui convidada a participar de uma "brincadeira".
Bom... indicar pessoas não é fácil, pois nem todas as pessoas tem disponibilidade para interagir na brincadeira.
Mas repasso a você!
Espero que goste e se divirta.
Um beijo carinhoso
Linda parabens para ele, desejo muitas felicidades!
Maravilhosa dedicatoria, pois um amor como este merece um poema cheio de ternura!
Beijo doce
Anônimo disse…
Belas palavras! Felicidades pra vcs!

Grande beijo.

Postagens mais visitadas deste blog

Borboletas (Mário Quintana)

Borboletas
(Mário Quintana)

Quando depositamos muita confiança ou expectativas em uma pessoa, o risco de se decepcionar é grande.
As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, assim como não estamos aqui, para satisfazer as dela.
Temos que nos bastar... nos bastar sempre, e quando procuramos estar com alguém, temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém.
As pessoas não se precisam, elas se completam... não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida.
Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com a outra pessoa, você precisa em primeiro lugar, não precisar dela. Percebe também que aquela pessoa que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente, não é o homem ou a mulher de sua vida.
Você aprende a gostar de você, a cuidar de você, e principalmente a gostar de quem gosta de você.
O segredo é n…

Troca-se pintinho por garrafa...rs

Retrospectivasdeinfância... . Era uma vez... Um carroceiro que passava gritando na rua: _ Trocam-se pintinhos por garrafa !!!! _Panela velha, ferro velho e garrafão. _Um garrafão vale 1 pintinho !!! . Quando ouvíamos isso, saíamos correndo gritando: _Mãe !!!! Me dá uma panela velha, um garrafão pra trocar pelo pintinho !!! Saíam as crianças todas da rua, cheias de panela, garrafas e ferro-velho para trocar pelos lindos pintinhos coloridos, de todas as cores e todos piando ao mesmo tempo, pra felicidade geral da criançada. . Eo carroceiro, muito malandramente, pegava uma quantidade que valeria no mínimo !!! uns 4 pintinhos, e na troca, só nos davam 1 ou no máximo 2 pintinhos. Mas, como éramos crianças, e não entendíamos de economia, um peso e duas medidas ou coisa do gênero.... Saíamos felizes da vida, uns com menos pintinhos, outros com uma caixa de papelão cheias deles, pra enlouquecerem as mamães. rsrs E as mães em pânico !!!! _Onde vamos botar tantos pintos ????? . Arrumávamos uma gaiola de passar…

Há para Todas as coisas, um Tempo determinado por Deus.

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu: . Há Tempo de nascer, e tempo de morrer; Tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou: . Tempo de matar, e tempo de curar: Tempo de derribar, e tempo de edificar: . Tempo de chorar, e tempo de rir: Tempo de prantear, e tempo de saltar: . Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras: Tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar: . Tempo de busca, e tempo de perder: Tempo de guardar, e tempo de deitar fora: . Tempo de rasgar, e tempo de coser: Tempo de estar calado, e tempo de falar: . Tempo de amar, e tempo de aborrecer: Tempo de guerra, e tempo de Paz. . Eclesiastes 3:1-8
Fotografia de Carol Silveiro http://www.flickr.com/photos/carolsilvestre/2943859815/