Pular para o conteúdo principal

Tanto de Tanto !!!


Tanta coisa dita, tanta coisa escrita, tanta coisa declarada, tanta coisa sucumbida....
Tanta coisa de nós dois, tanta coisa sem nós dois
Tanto e Tão pouco...
Tanta coisa de mim e de ti, lembrança que se fazem sem fim
Tanto de solidão, tanto de bem querer, tanto de hormônio solto, tanto de bem querer....
Tanto de colinho lembrado
De beijo degustado
De cheiro misturado
De gozo acelerado
De suor salgado
Tanta coisa de nós dois, histórias, brigas, pazes, brigas, pazes, tanta atmosfera de dois
Tanto de tudo, de nada, de tudo, de nada...
Tanto de suavidade, de irmandade, de profundidade, de ansiedade e de afinidade
Tanto de novo, tanto de velho, de quero mais, de quero menos, de quero, só quero.
irritação provoca palavras tolas
mágoas tolas
desabafos desnecessários
verdades necessárias
mentiras á esmo.
Tanto de dor, que dói sofrido, dói doído, dói latente
dor de deitadinho, de escurinho, de música ao fundo, lenta de nós
Tanto que te amo
que tanto tento parar de dizer tal palavra e tanto tanto tanto não sei parar um tanto sequer...


Chris

Comentários

Átila Siqueira. disse…
Tantas coisas em nossas vidas, quanta intensidade e emoção. Insertezas também a todo instante.

A vida é isso, tudo isso que tu descreveste, uma volupia de sentimentos e inconstâncias que me assusta, sinceramente.

Obrigado pela visita lá no meu blog, volte sempre. Gosto muito do seu blog também.

Quanto ao livro, ele pode sair hoje mesmo, mas deve sair no máximo até o final da semana. Está super atrasado mas vai sair.

Um grande abraço,
Átila Siqueira.
Sonia Regly disse…
Chris,
Pode futucar à vontade o Compartilhando as Letras.Ele é nosso!!!!Vou linkar seu lindo Blog, se vc quiser me dar a alegria de linkar o meu, ficarei grata. Esse seu poema é lindo!!!!
Sonia Regly disse…
Amiga,
Eu não estou com uma dor de garganta comum,estou operada do septo e o médico mexeu na úvula, no palato e a sensação que tenho é que raspou minha garganta.Dói pra comer, tudo desce arranhando, igual quando estamos com a garganta inflamada.Obrigada pela visita, adorei seu comentário: leve, espontâneo, sincero!!!!Volte sempre é uma honra!!!!
Sonia Regly disse…
Chris,
Eu quem agradeço a doce visitinha,é muito bom trocarmos.Assim nesse compartilhar, vamos crescendo!!!!Beijão
**POde usar oque precisar lá do Blog, ok??? É uma honra!!!!
Sonia Regly disse…
AH!!!! esqueci de dizer: Estou linkando seu blog agora!!!!
Beijão

Postagens mais visitadas deste blog

Borboletas (Mário Quintana)

Borboletas
(Mário Quintana)

Quando depositamos muita confiança ou expectativas em uma pessoa, o risco de se decepcionar é grande.
As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, assim como não estamos aqui, para satisfazer as dela.
Temos que nos bastar... nos bastar sempre, e quando procuramos estar com alguém, temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém.
As pessoas não se precisam, elas se completam... não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida.
Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com a outra pessoa, você precisa em primeiro lugar, não precisar dela. Percebe também que aquela pessoa que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente, não é o homem ou a mulher de sua vida.
Você aprende a gostar de você, a cuidar de você, e principalmente a gostar de quem gosta de você.
O segredo é n…

Há para Todas as coisas, um Tempo determinado por Deus.

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu: . Há Tempo de nascer, e tempo de morrer; Tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou: . Tempo de matar, e tempo de curar: Tempo de derribar, e tempo de edificar: . Tempo de chorar, e tempo de rir: Tempo de prantear, e tempo de saltar: . Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras: Tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar: . Tempo de busca, e tempo de perder: Tempo de guardar, e tempo de deitar fora: . Tempo de rasgar, e tempo de coser: Tempo de estar calado, e tempo de falar: . Tempo de amar, e tempo de aborrecer: Tempo de guerra, e tempo de Paz. . Eclesiastes 3:1-8
Fotografia de Carol Silveiro http://www.flickr.com/photos/carolsilvestre/2943859815/

Troca-se pintinho por garrafa...rs

Retrospectivasdeinfância... . Era uma vez... Um carroceiro que passava gritando na rua: _ Trocam-se pintinhos por garrafa !!!! _Panela velha, ferro velho e garrafão. _Um garrafão vale 1 pintinho !!! . Quando ouvíamos isso, saíamos correndo gritando: _Mãe !!!! Me dá uma panela velha, um garrafão pra trocar pelo pintinho !!! Saíam as crianças todas da rua, cheias de panela, garrafas e ferro-velho para trocar pelos lindos pintinhos coloridos, de todas as cores e todos piando ao mesmo tempo, pra felicidade geral da criançada. . Eo carroceiro, muito malandramente, pegava uma quantidade que valeria no mínimo !!! uns 4 pintinhos, e na troca, só nos davam 1 ou no máximo 2 pintinhos. Mas, como éramos crianças, e não entendíamos de economia, um peso e duas medidas ou coisa do gênero.... Saíamos felizes da vida, uns com menos pintinhos, outros com uma caixa de papelão cheias deles, pra enlouquecerem as mamães. rsrs E as mães em pânico !!!! _Onde vamos botar tantos pintos ????? . Arrumávamos uma gaiola de passar…